Contra a invasão do betão, pela qualidade de vida de quem vive no nosso Concelho !

21
Nov 06
Ramada: ex-presidente de associação acusada de uso indevido de verbas</aux> 
14.11.2006 - 12h00   Lusa



A presidente da Associação Comunitária Infantil e Juvenil da Ramada, Beatriz Diogo, acusou a sua antecessora, Maria João Tavares, de utilizar em proveito próprio 10.500 euros da associação, disseram à Lusa dois sócios daquela Instituição Particular de Segurança Social (IPSS) de Odivelas.


Os sócios da Associação Comunitária Infantil e Juvenil da Ramada Tânia Mateus e Ilídio Ferreira, que é também vereador da CDU na Câmara de Odivelas, contaram à agência Lusa que na última reunião de sócios desta IPSS, na sexta-feira passada, a presidente Beatriz Diogo leu um documento em que dava conta da "apropriação indevida de verbas da Associação, que já tinham sido repostas".

Uma vez que Beatriz Diogo não avançava mais dados, um dos sócios fundadores daquela IPSS questionou-a sobre a entrada nas contas da associação de uma verba de sete mil euros sem justificação.

De acordo com Tânia Mateus e Ilídio Ferreira, a presidente respondeu então que a verba correspondia a parte do dinheiro retirado e que o total, 10.500 euros, foi levantado pela ex-presidente Maria João Tavares em vales de despesas e em dinheiro que não chegava a entrar oficialmente nas contas.

Maria João Tavares, que também é presidente da Junta de Freguesia da Ramada (CDU), presidiu à IPPS durante oito anos até há cerca de dois meses. Beatriz Diogo é a actual presidente da Associação Comunitária Infantil e Juvenil da Ramada e foi vice-presidente durante a gerência de Maria João Tavares.

A actual responsável explicou ainda que Maria João Tavares repôs a totalidade das verbas retiradas indevidamente desde 2003, antes de se demitir da associação.

Ainda de acordo com as duas fontes, Beatriz Diogo admitiu na reunião de sócios que sempre teve conhecimento da saída desse dinheiro e que nada fez por ser amiga de Maria João Tavares.

A ex-presidente da associação e actual presidente da Junta de Freguesia da Ramada remeteu explicações adicionais para o início de Dezembro. "Enquanto presidente da junta e membro do PCP não vou prestar declarações a defender ou a atacar", disse.

Contactada pela Lusa, a responsável do PCP na concelhia de Odivelas, Deolinda Santos, disse que a estrutura partidária tem conhecimento da situação e está "a conversar com a Maria João Tavares". "É um assunto que tem de ser tratado com rigor, como todas as situações que envolvem pessoas", afirmou Deolinda Santos.

publicado por antonio ribeiro às 15:52

Novembro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
16
17
18

19
20
22
23

27
28
29


arquivos
2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO