Contra a invasão do betão, pela qualidade de vida de quem vive no nosso Concelho !

15
Jun 07

Vista4.jpg


 Mais Cimento Vai Crescer

Agora Junto à Estação do Metropolitano de Odivelas

Vai nascer junto à estação do Metro em Odivelas mais um grande maciço de cimento, com 113 fogos e apenas 50 lugares de estacionamento públicos.


O Metropolitano apenas adquiriu o terreno mínimo necessário para fazer a estação e não preveniu os espaços para os acessos, para os estacionamentos de transportes públicos e privados.

A Câmara não exigiu que o Metropolitano incluísse no projecto este espaço que agora vai ser urbanizado, privando os utentes do Metro e a população de Odivelas, das comodidades a que têm direito.

A Câmara deveria ter exigido ao Metropolitano a aquisição deste terreno para construção de um parque de estacionamento subterrâneo, sobre o qual deveria ser implantado um espectacular jardim que requalificaria aquela zona já tão densamente ocupada por cimento. Seria uma mais valia para a cidade a construção neste terreno de um espaço de recepção de rara beleza que impressionasse positivamente quem visitasse a cidade de Odivelas.

A Câmara não quis proceder assim, pelo que a população de Odivelas vai, mais uma vez, ficar sem estacionamentos e áreas verdes. A população de Odivelas está a ficar cada vez mais emparedada.

A presidência do PS defendeu os interesses do Metropolitano, defendeu os interesses dos donos do terreno. Só não defendeu os interesses e a qualidade de vida dos munícipes.

O anúncio da construção de outro parque de estacionamento na praça junto à Rua Egas Moniz (no local onde existe actualmente um estacionamento), não anula o amontoado de betão que vai ser construído junto ao Metropolitano. É o rebuçado para disfarçar a ruinosa política urbanística.

Chamamos a atenção dos habitantes do concelho para as opções de gestão municipal PS/PSD em Odivelas. A solução de situações importantes é negociada com construtores e urbanizadores sempre à custa de mais construção. Mais cimento e menor qualidade de vida. Destruição dos espaços livres e zonas verdes para os transformar em blocos de cimento.

- É assim junto à estação do Metropolitano.

- Foi assim por detrás do CATUS (conhecido por “Mar da Califórnia”);

- É isso que se propõe para o Mercado de Odivelas;

- É assim na Quinta dos Cedros;

- É assim no chamado Pólo Universitário de Famões;

- O mesmo já teria acontecido, não fosse o protesto da população no bairro de S. Jorge.

A CDU contesta a marcha galopante do cimento em Odivelas.


(Retirado do jornal Diário deOdivelas)
publicado por antonio ribeiro às 17:18

Junho 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
12
14
16

17
19
20
21
22
23

25
26
27
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos
2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


arquivos
2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO